Logo Pisciotta

PISCIOTTA

Soluções Inteligentes

PROFESSOR

Listar
Artigos, curiosidades e muitas dicas.

Aproveite, curta, compartilhe.

Bootloader Arduino



PROGRAMAÇÃO

890 Views - 40 Curtidas




Neste artigo você aprenderá como preparar um microcontrolador ATMEGA328 virgem (nunca utilizado) para fazer uma nova placa Arduino ou substituir o chip em caso de queima.


O bootloader nada mais é do que um software que permite ao microcontrolador ATMEGA328 se comunicar com a IDE (ambiente de interface e desenvolvimento) do Arduino, permitindo que você baixe seus programas na placa. Sem o bootloader você precisaria ter uma placa específica para gravar seus programas no microcontrolador.

Existem alguns métodos para você gravar o bootloader, e aqui vou mostrar como fazer utilizando uma matriz de contatos (protoboard ou breadboard) e um Arduino UNO trabalhando como ISP (in-system programmer). Siga os passos:

Você vai precisar de:

  • 1 microcontrolador ATMEGA328P
  • 1 Cristal de 16MHz
  • 2 capacitores cerâmicos de 22pF
  • 1 resistor de 10k
  • jumpers de conexão

Siga os passos:

  1. Conecte o Arduino na porta USB do computador e abra o software IDE Arduino;
  2. No Menu Ferramentas, faça as configurações de porta e da placa correspondente ao modelo que você está utilizando (no caso deste exemplo, "Placa: Arduino/Genuino Uno" e "Porta: COM6");
  3. Na IDE do Arduino, localize o exemplo ArduinoISP e faça o upload na sua placa Arduino;
  4. Faça as conexões conforme o diagrama abaixo;
  5. No menu "Ferramentas>Programador", selecione "Arduino as ISP";
  6. Execute o comando Ferramentas>Gravar Bootloader.


PRONTO! Ao finalizar o upload, o microcontrolador já pode ser guardado como uma peça de reposição no caso de queima do microcontrolador da sua placa Arduino, ou você pode utilizá-lo para fazer um circuito independente.

Modificando o circuito conforme abaixo, você pode gravar os programas desejados. Para isso, você deve remover o microcontrolador original do Arduino e realizar as ligações dos sinais TX e RX no novo microcontrolador. Note que o pino 1 agora é ligado ao RESET do Arduino.

Essa é a recomendação disponibilizada no site oficial do Arduino, mas como já é necessário retirar o microcontrolador original da placa, eu creio ser muito mais fácil você colocar o novo chip no lugar do chip original, na placa Arduino, fazer o upload do seu programa e depois substitui-los novamente.

A referência completa desse artigo pode ser vista na página oficial Arduino:
https://www.arduino.cc/en/Tutorial/ArduinoToBreadboard